PI PANORAMICA INSANA

TEMPORADA DE JUNHO A JULHO DE 2018

Baseado em pessoas e dados reais, o espetáculo traça um painel irônico do mundo contemporâneo. A peça propõe uma lente de aumento sobre a sociedade contemporânea. Temas como indivíduo, civilização, sexualidade, política, violência, nação, miséria, riqueza, gênero e desejo são abordados. “Tudo o que é humano interessa, tudo que é próprio de cada um dos atores tem valor enquanto observação da vida, tal qual ela se apresenta agora.” diz Bia Lessa. O espetáculo é absolutamente contemporâneo e, ao mesmo tempo, atemporal. A dramaturgia do espetáculo foi concebida a partir dos ensaios, e seu resultado é uma escritura cênica e não um texto convencional. O resultado transita entre artes plásticas, teatro e dança.

Textos: Júlia Spadaccini, Jô Bilac e André Sant’anna com citações de Franz Kafka e Paul Auster. Concepção, Direção Geral e Escritura Cênica: Bia Lessa. Com: Cláudia Abreu, Leandra Leal, Luiz Henrique Nogueira e Rodrigo Pandolfo.

CAFÉ COM BOBAGEM -  CONVIDA

Temporada de 25 de outubro a 06 de dezembro

Sucesso na “Praça é Nossa” do Sbt, e da Rádio Transcontinental FM de São Paulo.
Com quase 30 anos de consagrada história de sucesso no teatro, rádio e televisão, além de ter inspirado vários dos principais programas atuais de humor da televisão e do rádio brasileiros, o espetáculo do Café com Bobagem é muito mais que os tradicionais Stand-Up Comedies porque os humoristas trazem diferentes estilos de performance ao mesmo tempo, reunindo piadas, imitações, sátiras, paródias e muita interação com a platéia, enriquecendo o show com um grande e exclusivo diferencial em relação aos shows convencionais. Na verdade acaba sendo um general Comedy, o gênero mais completo do humor. A grande tônica do show são os fatos do cotidiano do Brasil e dos brasileiros de forma sarcástica: politica, economia, esporte, sociedade, cotidiano e muito mais. O nome do espetáculo é por eles serem os precursores e inspiradores de toda uma geração de humor que hoje faz sucesso na TV, no rádio e nos palcos do País, sendo mesmo considerados os primeiros.
A plateia rola de rir com fatos e dificuldades das pessoas no dia-a-dia, apresentados de forma apimentada e irônica. Um espetáculo realmente criativo e original, totalmente diferente dos habituais Stand-Up Comedies, que é capaz de entreter e divertir os mais diferentes perfis de público adulto, servindo uma grande variedade de estilos de humor, para os mais exigentes clientes do riso.
O grupo também já passou pelas principais FMs de São Paulo com grande sucesso e além de estar na Praça é Nossa como já citado, pertenceu ao Programa Silvio Santos, Domingo Legal e Domingão do Faustão entre outros. Atualmente o grupo está completando 10 anos de ininterrupto sucesso na Rádio Transcontinental 104,7 FM de São Paulo, SP.





NUM LAGO DOURADO

Temporada de Outubro a Dezembro 2018

Transformada em filme, realizado por Mark Rydell em 1981, a peça Num Lago Dourado rendeu desempenhos marcantes para Henry Fonda e Katharine Hepburn no cinema. A dupla ganhou as estatuetas de melhor ator e atriz no Oscar do ano seguinte em uma produção que ainda trazia Jane Fonda no elenco. O texto de Ernest Thompson, montado no Brasil por Paulo Gracindo e Nathalia Timberg, ganha nova versão, agora dirigida por Elias Andreato e sustentada pela interpretação de Ary Fontoura. Às vésperas dos 80 anos, o rabugento Norman Thayer é um professor aposentado que passa as férias em uma casa de campo com a mulher, a compreensiva Ethel (papel de Cléo Ventura, que substitui Ana Lucia Torre). A harmonia do casal vez por outra se abala por causa da relação conflituosa dele com a única filha, Chelsea (vivida por Tatiana De Marca). A visita da moça, junto do futuro marido (o ator André Garolli) e do enteado (Lucas Abdo), põe em xeque os traumas familiares e faz com que cada um reconsidere suas atitudes. Andreato conduziu a trama na forma de uma comédia romântica em torno do companheirismo entre marido e mulher na terceira idade. A bem-sucedida opção, no entanto, suaviza bastante o peso dramático da relação entre Norman e Chelsea. Em ótima forma, Fontoura valoriza o sarcasmo do personagem sem disfarçar um grande desencanto, enquanto Ana Lucia imprime uma doçura comovente a Ethel. Dessa forma, a Chelsea de Tatiana aparece mais fragilizada, exibindo uma introspecção no lugar do ressentimento, capaz de minimizar o conflito da personagem. Com a cena dominada por Fontoura e Ana Lucia, Garolli marca presença em curta participação e Lucas Abdo desponta em uma divertida parceria com os protagonistas. Como o carteiro Charlie, Fabiano Augusto completa o elenco.

Shrek o Musical TYA

Temporada de Outubro a Dezembro 2018

Shrek , o ogro mais querido de todos se junta a uma desajustada turma de contos de fadas para salvar A princesa Fiona. Shrek Musical Tya é uma Versão Brasileira do Aclamado Musical da Broadway e do filme vencedor do Oscar. O espetáculo tem uma mensagem engraçada e emocionante para toda a família, um musical cantado ao vivo, com um cenário rotativo, grandes coreografias e um jogo de luz empolgante. Espetáculo Licenciado pela Dream Works e MTI (Music Theatre International). Era uma vez um pântano distante, onde vivia um ogro chamado Shrek. De repente, seu sossego é interrompido pela invasão de personagens de contos de fadas que foram banidos de seu reino pelo malvado Lorde Farquaad. Determinado a salvar o lar das pobres criaturas, e também o dele, Shrek faz um acordo com Farquaad e parte para resgatar a princesa Fiona. Resgatar a princesa pode não ser nada comparado com seu segredo profundo e sombrio.


De: David Lindsay-Abaire. Adaptação e Versão: Felipe Pirillo. Direção: Iremar Melo. Produção: Cristina Linhares. Realização: Proscenium Cultural e Bilheteria Produções Artísticas. Músicas: Jeanine Tesori. Elenco: Felipe Pirillo, Vanessa Scorsoni, Dyego Antonini, Victor Garbosa, Lucas Patch, Claudine Madi, Jorge Alves, Fernanda Godoy, Felipe Cardoso, Lucas de Campos. Narrador em OFF: Saulo Vasconcelos.


Um Cisco- O Musical De
Chico Xavier

Apresentação única 04 de Dezembro de 2018

Trata-se da biografia musical de uma das personalidades brasileiras mais importantes e intrigantes da nossa cultura e, embora respeite as crenças do biografado, o foco da narrativa são especialmente as experiências humanas de Chico, um herói nacional em termos de bondade e dedicação ao semelhante que transcende fronteiras.
Um Cisco, o Musical de Chico Xavier, de Plinio Oliveira, tem aproximadamente 2h30 de duração, encenada em dois atos com intervalo.
Narrado por um personagem sem nome (interpretado pelo autor), que simboliza o inconsciente de Chico, o espetáculo conta a vida dessa grande personalidade mineira desde sua infância até a velhice, passando por sua popularização (Chico foi a maior audiência histórica da TV brasileira na década de 70).
São 12 atores-cantores-bailarinos (personagens Chico Xavier criança e adulto, Maria João de Deus (mãe de Chico), João Cândido Xavier (pai de Chico), Cidália (madrasta de Chico), Emmanuel (segundo as crenças de Chico, seu protetor espiritual), André Luiz (personagem que ele acreditava psicografar), Padre Scarzello, e muitos outros).
São 30 cenas musicais sendo 26 compostas originalmente em arranjos orquestrais exclusivos.


O cenário remete a uma estação de trem, na qual os personagens se encontram, como uma metáfora da vida.